19.9.05

Segunda-Feira de novo!


Afinal o regresso às aulas foi hoje...
Eu bem que andava desconfiada:tinha lugar para estacionar, o trânsito não era tão mau quanto isso, o carro não estava bloqueado...


Foi hoje mesmo, mais precisamente às 8:30 da manhã!O que só contribuiu para o humor de segunda-feira se expandir em toda a sua beleza e plenitude....Eh Eh Eh

Comecei a estudar Inglês! Estou a seguir um curso daqueles por facisculos que tinha lá para casa desde o seculo passado (sem ironias, é mesmo um curso de 1993, p'raí...)...Se durante cerca de 12 anos não lhe liguei nenhuma, agora estou cheia de força para finalmente pegar nele e começar a falar inglês que nem gente grande (ou gente pequenita se for gente inglesa...)...Vamos lá a ver é se me aguento por mais que duas semanas, ou se desisto com um airoso "Ah...Eu leio as legendas!..."
Não é que não saiba falar inglês....mas conversar em Inglês é que me faz confusão: se eu fosse de poucas falas ainda vá que não vá...mas uma gralha como eu fica em pânico quando não se consegue expressar. A sério!Lembro-me do ano passado quando fui fazer megulho com garrafas.O que é que me meteu mais receio:estar 10 metros debaixo de água, poder aparecer um tubarão, perder os sentidos...Nahhhhh!O que me fez mais confusão foi o facto de não poder falar! Com o Inglês passa-se o mesmo: se eu tiver por qualquer motivo que me ficar pelos cumprimentos iniciais, o tempo e pouco mais, sinto-me sufocada: tanta palavra aqui escondida e sem conseguir que elas se soltem...
Também há outro motivo muito menos filosófico e poético:...o curriculo e o emprego-se eu chego a uma entrevista e fico ali feita parva quando me pedem para falar inglês...E agora que não sei se vou ficar desempregada ou não...faltam 19 DIAS PARA O DIA D...Não há-de ser nada...

15.9.05

Carta de Deus

Tu és um ser humano, és o Meu milagre.
E és forte, capaz, inteligente, e cheio de dons e talentos.
Conta teus dons e talentos. Entusiasma-te com eles.

Reconhece-te. Aceita-te. Anima-te.
E pensa que desde este momento podes mudar tua vida para o bem, se assim te propões e se te enches de entusiasmo.

Tu és minha criação maior. És meu milagre. Não temas começar uma nova vida.
Não te lamentes nunca. Não te queixes. Não te atormentes.Não te deprimas.

És único. Ninguém é igual a ti.


Dei-te o poder de pensar.
Dei-te o poder de amar.
Dei-te o poder de imaginar.
Dei-te o poder de criar.
Dei-te o poder de planejar.
Dei-te o poder de orar.
Dei-te o domínio de escolher o teu próprio destino.

O que tens feito destas tremendas forças que te dei?

Não importa! De hoje em diante:

Opta por sorrir em lugar de chorar.
Opta por criar em lugar de destruir.
Opta por doar em lugar de roubar.
Opta por atuar em lugar de adiar.
Opta por crescer em lugar de consumir-te.
Opta por bendizer em lugar de blasfemar.
Opta por viver em lugar de morrer.

E aprende a sentir a Minha presença em cada acto da tua vida.
Deixa para trás os medos e os sentimentos de derrota.
Eu estou ao teu lado.
Sempre!
Chama-me. Busca-me. Lembra-te de mim. Vivo em ti desde sempre e sempre te espero para amar-te.

Não te esqueças de que és Meu milagre.
Então, usa os teus dons e muda o teu meio ambiente, sem temor porque Eu estou sempre ao teu lado!

Deus.

12.9.05

Regresso às Aulas

Primeiro dia de escola...
Não o meu, claro!
Era ver os garotos este fim de semana no Hipermercado a atafulhar os carrinhos de cadernos, canetas, dossiers...Em cada esquina haviam lamurias, gritinhos por coisas novas... “Ó mãe...mas a Rita tem destes!...”, ou então, mais discretamente...” Olha, estas são aquelas canetas que o João tem e que eu não tenho...são capazes de me fazer falta...”. Também haviam miúdos com cerca de 4 anos a insistir que precisavam de 275 canetas, que constava certamente na lista que os pais empunhavam... “Vê lá bem na lista se a professora não pediu 275 canetas de côr !”... “Aqui não diz nada Afonso, levas mas é o conjunto de 12 lápis de cera...”.
Que saudades deste tempo! Não que não gostasse das férias: adorava o mês de Agosto quando a minha mãe ficava o mês todo comigo e não tinha que ir para o infantário...mas no início de Setembro...Só com dois canais de televisão, todos os livros lidos e relidos 10 vezes, sem playstation, game-boy, internet, ou qualquer outra coisa que me entretece minimamente...Estava mortinha por começarem as aulas, rever os amigos, as brincadeiras...
Que maravilha estrear os cadernos novos, os lápis por afiar, as canetas de feltro da Molin (um ano foi um fantástico conjunto de 32 cores...um sucesso!), a mochila nova, aprender coisas novas...Que bom os primeiros dias de aulas em que parecia que tudo iria correr bem, que nesse ano iria ter “Muito Bom” a tudo e não iria ter preocupações nenhumas!...
Certo é que passados umas semanas já estava farta dos colegas, professores, dos cadernos que já não estavam tão limpos quanto isso, das paixões rotativas semanalmente, dos testes surpresa!...

Mas estes dias de fim de Verão em que o Mundo parecia aguardar por mim e pelas minhas canetas Molin...Que maravilha!