5.5.05

05-05-1998

Image hosted by Photobucket.comX 7
Faz hoje 7 anos que começámos a namorar... Sete beijos cheios de amor para o homem que me faz feliz todos os dias, pelo simples facto de existir...o meu marido!

4.5.05

Tias e Benzocas

Image hosted by Photobucket.comNo fim-de-semana fui ao Estoril Open; como sou uma moça de sorte arranjei convites para almoçar na tenda Vip do evento...(Ena!Ena!)...E lá fui eu toda contente comer e beber de borla junto dos tios, tias, betos, betas e o resto do pretenso JetSet português...Feliz da vida pensei que o almoço fosse tipo buffet rolante...Assim comia, observava e não precisava de fazer conversa...até que, enquanto um diabo esfregava um olho, fui encaminhada para uma mesa redonda que iria partilhar com mais 10 pessoas que nunca tinha visto na vida. Ainda tive esperança que fosse tudo pessoal jovem, na boa, que tinha também ido ali parar por um mero acaso do destino (tal como eu e o meu marido...)...mas quando regressávamos com os pratinho recheados de entradas avistamos os nossos companheiros de mesa: elementos do sexo feminino, da espécie “tia mais tia não há”...Mentalmente revi todas as regras da mais elementar etiqueta desde o guardanapo que me pertencia até aos talheres que devia utilizar primeiro...Ó pá! Não queria dar barraca, né?! E elas até podiam ser “tias mais tias não há” mas de um modelo mais simpático que o usual...Enganei-me...Não que fossem antipáticas, mas eram daquele tipo chato, ou melhor “chatérrimo, tá a ver...?”, com assuntos tão fúteis que pareciam tirados de uma Sit Com...eram autênticos clichés!
Todas o mais magro possível, nariz no ar, com todos os ossos do rosto a quererem saltar a qualquer momento da cara; base o mais mate possível; banho de perfume Channel; jóias ao desbarato (seriam verdadeiras?...nahhhh), unhas com metro e meio de comprimento (vê-se mesmo que é a Maria que lava a louça lá em casa...)...Mas quando começaram a falar...Estavam todas de dieta e uma estava a fazer uma dieta caríssima a comer umas mousses que até eram muito boas “Porque eu detesto fazer ginástica...Córror!”; outra só comia morangos e de vez em quando alface (!); depois o assunto passou para uns dias que uma tinha passado não sei onde, mas a outra passou num sítio bem melhor, e a outra num sítio ainda melhor...Ao despique, estão a ver?...E a conversa rondou estes dois tópicos com um elevado índice de interesse, enquanto comiam dois espargos e meio e uma ervilha e olhavam para os nossos pratos cheios de chicha e puré de batata com queijo...Inveja, de certeza...O que é certo é que nem nos dirigiram a palavra (será que eu estava transparente e o meu marido se tinha diluído no ar momentaneamente?...Secalhar...)
Image hosted by Photobucket.comMas que tipo de pessoas são estas que falam pelo nariz como se tivessem uma valente constipação, miram as outras pessoas em vez de olhar, ostentam tudo o que têm e que não têm?...Que raio de VIP’s são estes? São tão ricos, que só passam férias em casa de amigos na Praia dos Tomates (mas que raio de nome para uma praia...)Porque andam sempre nestas andanças? (Não trabalham? não têm casa? ...ou pior, não têm comer em casa?...)Porque não se dão com os comuns mortais como eu?...(Será que têm medo que se descubra que por detrás de tanta opulência não fazem a mais pequena ideia o que andam a fazer neste Mundo...?)Ainda não decifrei estes enigmas, mas quando decifrar acho que vou escrever um livro, ficar milionária, começar a falar pelo nariz e a tratar toda a gente por “você” ...Bem, vou-me limitar a publicar a minha dissertação aqui no meu modesto Blog, que também tem o seu quê de chic
Image hosted by Photobucket.com